Um homem de 54 anos é o principal suspeito de matar a companheira de 55 anos a tiros dentro de casa em Araquari, no Norte catarinense, na madrugada desta sexta-feira (30). Segundo a Polícia Militar, após o crime o homem cometeu suicídio.


A filha do casal, de 22 anos, estava em casa e dormindo no momento do crime e foi ela quem chamou por socorro ao acordar com os barulhos dos tiros e encontrar os pais mortos na cama, após arrombar a porta do quarto. O Corpo de Bombeiros Militar de Araquari foi acionado, porém o casal já estava em óbito.


Segundo o delegado responsável pelo caso, Eduardo Eduardo de Mendonça, o caso está sendo tratado como feminicídio e suicídio. A mulher foi identificada como Beatriz Edílio da Silva de Souza e o homem, como Nelson de Souza pela polícia.


"O marido de trancou no quarto com a esposa. A princípio efetuou quatro disparos, dois nela e dois contra ele. A filha do casal estava no quarto ao lado escutou os disparos e foi até o quarto. Ela teve que arrombar a porta, uma vez que estava trancada. Ela encontrou a mãe e o pai mortos em cima da cama", informou o delegado.


O delegado disse que nenhum deles tinha passagens pela polícia e nem boletins de violência doméstica.Também não há registro de agressão.


A polícia o informou que nos próximos dias vai colher o testemunho da filha e de parentes próximos para saber como era a relação entre o casal.


De acordo com os policiais, o feminicídio e o suicídio ocorreram no bairro Itinga por volta das 4h. No local, a PM encontrou um revolver e munições. O Instituto Médico Legal (IML) e o Instituto Geral de Perícia (IGP) foram acionados


Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui


Notícias em um Click: Só Clicar aqui


Nosso Instragam: Clique Aqui