Uma operação da Divisão de Investigação Criminal (Dic) resultou na prisão de envolvidos em uma quadrilha que tramava explodir bancos na região de Joinville. Três homens foram presos em Araquari nesta segunda-feira (24).


Segundo o delegado Murilo Batalha, todos os presos eram de São Paulo. As investigações apontaram que o grupo faria uma ação como em Criciúma, no Sul do estado, e Araçatuba (SP). Isso ocorreria na noite desta segunda ou nesta terça-feira (25).


“Evitamos um dos maiores crimes da história”, afirma o delegado.


De acordo com o delegado, o grupo estava em um galpão, em Araquari, onde foram apreendidas diversas armas como fuzis e AK 47. Também foram encontrados explosivos como coquetel molotov, munições, coletes a prova de bala – inclusive com proteção a tiros de fuzil, e seis carros de luxo blindados. Todos estes itens vieram de outros estados para Santa Catarina.


Murilo diz que os suspeitos iam ao galpão durante a madrugada e deixavam carros e objetos lá.


A Polícia Civil de Joinville iniciou as investigações em dezembro de 2021. Mas, segundo o delegado, o grupo já estava aqui já mais tempo.


Agora, o trabalho deve seguir. A polícia acredita que há outros envolvidos no plano.


Os suspeitos estão detidos na DIC de Joinville. A polícia ainda vai definir para onde eles serão levados. Um dos presos já era procurado pela Polícia Federal por participação de um crime em Araçatuba.


Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui


Notícias em um Click: Só Clicar aqui


Nosso Instragam: Clique Aqui